X

The ”Portuguese Coffee – a blend of stories® é uma marca institucional da Associação Industrial e Comercial do Café (AICC) que representa o café produzido em Portugal, de acordo com sua própria tradição de torrefacção e blends.

O selo ”Portuguese Coffee – a blend of stories®” é uma certificação de origem dada às marcas comerciais que utilizam os procedimentos de torra e “blending” tradicionalmente portugueses.

Portuguese Coffee

A marca "Portuguese Coffee – a blend of stories" nasceu como resultado da aliança entre os torrefactores portugueses, que sentiram a necessidade de divulgar as principais características deste produto único e distinto dos restantes cafés mundiais. A marca "Portuguese Coffee – a blend of stories" foi criada para promover, difundir e aumentar a notoriedade do "Café Português", como um café de alta qualidade, com um conjunto de características únicas e uma cultura própria, bem como para apoiar as empresas nacionais e as suas marcas para serem reconhecidas pelos diferentes mercados, pelo seu notável produto e processo de torrefacção.

Um “blend” de cultura

O café faz parte da cultura Portuguesa. Os portugueses bebem café por prazer, mas também como uma desculpa para encontrar amigos e socializar. Os portugueses geralmente preferem beber café expresso, principalmente fora de casa.
O Expresso é tão importante para nós que o escrevemos como uma palavra portuguesa: escrevemos “EXPRESSO” em vez de café ESPRESSO!

Um “blend” de experiências

Diferentemente de outros países que insistem em café com grãos 100% Arábica, o café expresso português é geralmente obtido a partir de uma mistura de grãos de café Arábica e café Robusta, torrados lentamente. Este método particular de torrefacção é menos intenso em comparação com os processos utilizados noutros países e ajuda a preservar a essência do café português, dando-lhe menos acidez, aroma mais forte e mais corpo e doçura. O resultado é um creme cor de avelã, denso e equilibrado que perdura na boca e cria no consumidor uma experiência poderosa e memorável.

HISTÓRIA

A história do café em Portugal inicia-se no século XVIII, quando Portugal introduziu o café no Brasil.

O Café foi introduzido pela primeira vez como uma mercadoria importante pelo rei João V na antiga colónia portuguesa do Brasil, fazendo do Brasil o maior produtor de café arábica do mundo, na época. Devido às suas relações históricas com o Brasil, Timor, Angola e São Tomé e Príncipe, todos países produtores de café verde, Portugal tem estado na vanguarda da indústria de café. Como resultado, está entre os países que melhor conhece os processos de torrefacção e de desenvolvimento de blends de café.

OPORTUNIDADE DE MARCA

O crescimento do mercado mundial de café, com a sua introdução nos mercados asiáticos e também com o "boom" da indústria de cápsulas, criou uma oportunidade para a globalização/internacionalização e o crescimento de um sector característico da indústria portuguesa - a indústria de torrefacção de café.

O nosso desafio com esta marca é aumentar a notoriedade e a procura de café português, permitindo que as empresas nacionais aumentem as suas exportações.

Um “blend” de objectivos e benefícios

• Promover a riqueza do café Português;
• Promover a nossa cultura e herança de café;
• Criar o conceito de café "expresso" português, como uma experiência diferenciadora;
• Identificar facilmente um café feito em Portugal, de acordo com sua própria tradição;
• Identificar facilmente as marcas de café português;
• Garantir as características específicas do café Português.

Um “blend” de oportunidades

Toneladas de café são anualmente transformadas, distribuídas e exportadas por várias empresas portuguesas, que englobam muitas marcas comerciais. Algumas dessas empresas e as suas marcas são já membros da nossa marca institucional e usam o nosso logotipo. Pode comprar café com o selo ”Portuguese Coffee – a blend of stories®” em cada uma destas marcas comerciais. Saiba mais sobre cada um aqui.

Os portugueses costumam beber café expresso, mas o café português pode-se beber de muitas maneiras diferentes. Para que possa beber o seu café, aqui tem como pedir um café em Portugal e em língua portuguesa... Saboreie o Café Português!

Black
Coffee
expresso
curto
cheio
duplo
abatanado
Coffee
with milk
pingado
garoto
meia de leite
capuccino
galão
Other
Coffee
mazagran
descafeinado
carioca
c/ cheirinho bagaço
café moka

MEMBROS

Gostaria de saber mais sobre o café Português?

CONTACTOS

Associação Industrial e
Comercial do Café

Secretária Geral: Cláudia Pimentel

Sede:
Av. de França, 20 – 5ºandar, Sala 507
4050-275 Porto
Portugal
Telef. + 351 21 774 16 74
Email: geral@aicc.pt
claudia.pimentel@aicc.pt

Filial:
Rua da Junqueira, 39 - Edifício Rosa - 1º
1300-307 Lisboa
Portugal

Política de Privacidade

1. Que informação recolhemos?

Pedimos-lhe informações de identificação pessoal quando solicita uma informação ou um serviço, responde a um inquérito, troca correspondência connosco ou participa em outras actividades que possam existir no nosso site.

É sempre uma escolha sua prosseguir quando lhe pedimos informações pessoais. No entanto, se não quiser fornecer as informações pessoais solicitadas, poderá não conseguir obter certas informações que apenas fornecemos a utilizadores identificados.

Da mesma forma, quando visita os nossos Websites, recolheremos informações conhecidas como “clickstreams” (endereço IP, nome do domínio, etc.). Estas informações, combinadas com os dados que nos facultou, permitem-nos adequar o funcionamento do nosso site para melhor a experiência das suas visitas.

2. Como usamos as informações recolhidas?

Usamos as informações pessoais das seguintes formas:
a) Para lhe fornecer informações sobre os nossos serviços;
b) Para lhe enviar newsletters, e-mails informativos ou inquéritos;
c) Para nos ajudar a criar conteúdos relevantes para si;
d) Para nos ajudar a criar melhores produtos e serviços;
e) Para lhe permitir efectuar o download de documentos, obter acesso a serviços ou participar noutras actividades que seleccione;
f) Para o ajudar a encontrar rapidamente software, serviços ou informações sobre produtos importantes para si.

Não partilhamos os seus dados com nenhuma empresa ou organização fora da nossa Associação, nem os transferimos para fora do Espaço Económico Europeu.

3. Como protegemos os seus dados?

Para garantir a segurança das suas informações pessoais, usamos uma série de medidas de segurança. As suas informações pessoais são guardadas em redes seguras, que apenas podem ser acedidas por um limitado número de pessoas que detêm privilégios de acesso e se comprometem a respeitar e manter a confidencialidade de tais informações. Não obstante estas medidas, quando faculta informações pessoais na Internet existe sempre um risco de que estas possam ser interceptadas e usadas por terceiros fora do nosso controlo, apesar de todos os nossos esforços em contrário.

4. O que entendemos por dados pessoais? Que princípios aplicamos?

4.1 Recolha e Tratamento de Dados

Por “dados pessoais” entende-se qualquer informação, de qualquer natureza e independentemente do respetivo suporte (incluindo som e imagem), e da forma como é recolhida, relativa a uma pessoa singular identificada ou identificável.

A AICC recolhe e trata os dados pessoais que sejam fornecidos voluntariamente pelo titular dos dados pessoais (Titular) através do preenchimento dos vários formulários existentes no nosso website, presencialmente, por telefone, por correio e por correio eletrónico.

Qualquer informação que o titular forneça apenas será utilizada para a finalidade descrita e em cumprimento da legislação sobre proteção de dados.

Os dados são armazenados e conservados durante um período de tempo que depende da finalidade para a qual a informação é tratada, e da existência ou não de requisitos legais que obriguem a conservar os dados por um período de tempo mínimo. Quando não exista uma exigência legal específica, os dados serão armazenados e conservados apenas pelo período necessário para as finalidades que motivaram a sua recolha ou o seu posterior tratamento, findo o qual os mesmos serão eliminados.

A AICC é responsável pelo tratamento dos dados pessoais recolhidos, bem como, pela elaboração do presente Aviso de Privacidade, que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.

4.2 Princípios Gerais Aplicáveis ao Tratamento de Dados

Em termos de princípios gerais relativos ao tratamento de dados pessoais, a AICC compromete-se a assegurar que os dados do titular por si tratados são:

  • Objeto de um tratamento lícito, leal e transparente em relação ao titular;
  • Recolhidos para finalidades determinadas, explícitas e legítimas, não sendo tratados posteriormente de uma forma incompatível com essas finalidades;
  • Adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades para as quais são tratados;
  • Exatos e atualizados sempre que necessário;
  • Conservados de uma forma que permita a identificação dos titulares dos dados apenas durante o período necessário para as finalidades para as quais são tratados;
  • Tratados de uma forma que garante a sua segurança, incluindo a proteção contra o seu tratamento não autorizado ou ilícito e contra a sua perda, destruição ou danificação acidental, sendo adotadas as medidas técnicas ou organizativas adequadas.

4.3 Medidas Técnicas, Organizativas e de Segurança Implementadas

Para garantir a segurança dos Dados do titular e a máxima confidencialidade, a AICC trata a informação de acordo com as políticas e procedimentos internos de segurança e confidencialidade, os quais são revistos e atualizados periodicamente, de acordo com os termos e condições legalmente previstos.

Em função da natureza, do âmbito, do contexto e das finalidades do tratamento dos dados, bem como dos riscos decorrentes do tratamento para os direitos e liberdades do titular, a AICC aplica, tanto no momento de definição dos meios de tratamento, como no momento do próprio tratamento, as medidas técnicas e organizativas necessárias e adequadas à proteção dos dados do titular e ao cumprimento dos requisitos legais. Compromete-se ainda a assegurar que, por defeito, só sejam tratados os dados que forem necessários para cada finalidade específica do tratamento e que esses dados não sejam disponibilizados sem intervenção humana a um número indeterminado de pessoas.

5. Direitos dos Titulares dos Dados

A todo o tempo, o titular pode exercer os seus direitos de acesso, retificação, limitação de finalidades, portabilidade e/ou apagamento.

Não procedemos a decisões automatizadas nem elaboramos perfis.

Sempre que quiser exercer os seus direitos contacte-nos através de mensagem para o e-mail: geral@aicc.pt

6. Cookies

O nosso site utiliza cookies, pequenos ficheiros de texto contendo informação sobre prévios acessos a este site, que ficam gravados no seu computador e que podem ser posteriormente utilizados quando voltar a aceder a este site. Os cookies destinam-se a melhorar o desempenho do site e a sua experiência como utilizador.

Os cookies no nosso website podem ser classificados da seguinte forma:

  • Cookies próprios: São aqueles que são enviados para o equipamento terminal do utilizador a partir de um equipamento ou domínio gerido pelo próprio editor e a partir do qual se presta o serviço solicitado pelo utilizador.
  • Cookies de sessão: Recolhem e guardam dados quando o utilizador acede a uma página web.
  • Cookies técnicos: Permitem ao utilizador a navegação através de uma página web, plataforma ou aplicação e a utilização das diferentes opções ou serviços que nelas existam.
  • Cookies de análise: Permitem ao responsável dos mesmos, o acompanhamento e análise do comportamento dos utilizadores dos websites aos quais estão vinculados. A informação recolhida através deste tipo de cookies é utilizada na medição da atividade dos websites, aplicação ou plataforma e na elaboração de perfis de navegação dos utilizadores dos referidos sites, aplicações e plataformas, com o objetivo de introduzir melhorias na função de análise dos dados de utilização dos utilizadores do serviço.

Pode navegar neste site desativando a utilização de cookies mas isso resultará na impossibilidade de acesso a algumas das suas áreas e não permitirá toda a experiência de navegação.